CoCriança propõe um método de pesquisa-intervenção próprio em que as crianças são consideradas como parte fundamental, protagonista e ativa da ressignificação, transformação e revitalização dos espaços públicos.

Nossa Metodologia caminha da investigação e reconhecimento do mundo dessas crianças e da sua visão sobre ele, ao entendimento de desejos e concepção de projetos para os espaços que utilizam, bem como à sua participação na transformação urbana, a partir de sua concepção como sujeitos ativos.

Se dá por meio da realização de oficinas, que envolvem a co-criação e são lúdicas, com a finalidade de fazer as crianças sentirem-se à vontade para se expressar e auxiliá-las a desenvolver e organizar uma opinião crítica a respeito do espaço em que vivem, permitindo entender sua visão sobre esses espaços e sua percepção enquanto cidadãs.

A metodologia tem duração de 6 meses e é organizada em 5 etapas:

Etapa I: Investigação e percepção dos espaço – tem como objetivo criar familiaridade e aprender o máximo sobre o território e as pessoas com quem iremos trabalhar, realizando coleta de dados e uma aproximação dos atores

Etapa II: Sensibilização dos atores e formação continuada – tem como objetivo explicar os porquês da metodologia aplicada, abrindo diálogo para questões relacionadas ao direito da infância à cidade e ao espaço público, ampliando assim o olhar da comunidade para o reconhecimento das crianças como sujeitos ativos nos processos de transformação urbana e social

 

Etapa III: Oficinas de projeto – tem como objetivo entender o que as crianças sonham e desejam, que parte de uma investigação e exploração, que diz respeito ao conhecimento do mundo dessas crianças e da sua visão sobre ele; e chega nos desejos e projetos mais concretos, que diz respeito à aproximação dos desejos das crianças para os espaços que utilizam bem como à sua participação na transformação urbana

Etapa IV: Oficinas de construção – tem como objetivo a co-materialização do espaço , entendida em duas etapas: planejamento das ações junto com as crianças e posterior execução ações que as crianças planejaram para deixar o espaço com a sua cara.

Etapa V: Avaliação – tem como objetivo fazer um balanço da atuação e olhar criticamente para os resultados obtidos, através de critérios e indicadores estabelecidos a fim de determinar o mérito e a relevância do trabalho, além de identificar pontos de melhoria. Apesar de ser a última da metodologia, ela tem início ainda no começo do processo, por meio do planejamento, e prossegue durante toda a ação, através do monitoramento, feito através da organização dos registros.