• Local: Projeto Missionário Vila Capriotti – Carapicuíba
  • Duração: 4h (reconhecimento campo) + 2h (percurso pelo bairro) +  6h (oficina crianças e adultos)
  • Faixa etária: 10-14 (crianças) 17- 45 (adolescentes, adultos e educadoras)
  • Quantidade de pessoas: 15 crianças + 10 adultos aprox.

A Oficina de conexão de Adultos e Crianças, tem o objetivo de colocar em contato adultos e crianças, gerando um vínculo de diálogo, cheio de profundidade e cumplicidade entre ambas partes. Trata-se de uma adaptação da metodologia CoCriança para ser aplicada em alguns eventos, seminários e encontros de formato intensivo. Nesta vivência, convidamos o adulto para se colocar no lugar da criança, acessando as suas lembranças e a criança interior; assim como incentivamos que ele abra um espaço de escuta e compreensão da criança, procurando ampliar as perspectivas do primeiro sobre a realidade que a segunda vive.  Esta é uma oficina baseada em jogos de escuta empática, cooperação, autoconhecimento e atividades mão-na-massa, que colocam criança e adulto formando uma verdadeira equipe, para entenderem e avaliarem problemas identificados em comum no ambiente proposto, assim como proporem soluções criativas para os desafios levantados.

O Fórum ATHIS (Assistência Técnica de Habitação de Interesse Social) convidou o CoCriança para facilitar um espaço de conexão e troca entre adultos e jovens participantes do seminário, em Maio de 2019. Por meio da brincadeira, convidamos o adulto a se colocar na altura da criança, assumindo a importância dela ser escutada e considerada dentro da sociedade e da construção das nossas cidades. A criança, da sua parte, foi convidada para assumir o seu protagonismo como agente de transformação socioambiental; validando as suas capacidades e habilidades para mudar o que precisa, nos ambientes em que está inserida.

A participação do CoCriança no ATHIS começou com uma breve apresentação do trabalho do coletivo, no primeiro dia do evento. O segundo dia, foi dedicado às oficinas e visitas de campo. Após realizar um reconhecimento do bairro, onde conhecemos as principais lideranças e escutamos a história da comunidade, em primeira mão, aconteceram as oficinas. A atividade do CoCriança foi realizada em parceria com o Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos e o Projeto Missionário Vila Capriotti, ambos localizados em Carapicuíba. Nela foram propostas diversas atividades para conhecer a perspectiva das crianças sobre a experiência delas no bairro. Em um segundo momento, os adultos (educadores, trabalhadores do projeto e participantes do seminário), foram convidados para se conectarem com as crianças, no entendimento das belezas e dores do bairro, assim como levantamento de soluções em conjunto.

O  programa incluiu:

-Jogo Afetivo de apresentação, onde trabalhamos a escuta empática de cada participante, assim como o seu senso de pertencimento ao grupo criado.

-Linha da Vida, conectando crianças, adolescentes e adultos com a sua criança interior, na busca de mapear afetivamente as suas lembranças e experiências de vida, dentro e fora da comunidade. 

  • Território e Afetividade, foi o momento no qual as crianças e adolescentes foram convidadas para guiar os adultos realizando um percurso, de olhos fechados. O objetivo principal deste momento foi estabelecer uma relação de confiança plena entre ambas partes, assim como o adulto poder viver a experiência diária da criança. 
  • Movimento e Conexão, foi a última atividade antes do encerramento, celebrada em roda, que teve o objetivo de conectar adultos e crianças por  meio da brincadeira livre. Foi a nossa forma de nos despedir do grupo, escutando os corações pulsantes que desejaram compartilhar algumas palavras sobre como tinha sido a experiência de participar da oficina. 

O principal resultado desta oficina foi a conexão gerada entre as pessoas e instituições participantes, assim como a promoção de valores mais inclusivos com a infância e adolescência.